Juiz Carlos Alexandre não vai ser afastado da Operação Marquês

O motivo deste impasse tem precisamente a ver com o incidente de recusa contra o juiz Carlos Alexandre, interposto pelos advogados do ex-primeiro-ministro.

Segundo a SIC Notícias, a decisão foi tomada pela juíza desembargadora Margarida Vieira de Almeida.

O Tribunal da Relação não aceitou o pedido feito pela defesa de José Sócrates no caso da Operação Marquês para que Carlos Alexandre fosse afastado do processo. O processo está parado há três meses porque o juiz de instrução, que espera uma resposta do Tribunal da Relação, não pode despachar no processo enquanto este recurso não for levantado.


A defesa de José Sócrates contesta que Carlos Alexandre possa ser escolhido como juiz de instrução, explica o jornal.

No início de fevereiro, o tribunal da Relação já tinha rejeitado outro recurso da defesa de Sócrates - este tinha como base questões de incompetência do do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), bem como a caducidade do exercício da ação penal.

A Operação Marquês tem 28 arguidos acusados e está relacionada com a prática de crimes económicos e financeiros. Ricardo Salgado, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava são outros dos arguidos neste processo.


Popular

CONNECT