Atacante e reféns mortos em residência militar para veteranos nos EUA

Ele chegou a trocar tiros com policiais na porta.

O Lar de Veteranos de Guerra da Califórnia é um dos que mais veteranos acolhe nos Estados Unidos, tendo mais de 1000 utentes.

A CNN informou que o homem armado foi identificado como Albert Wong, de 36 anos.

Um oficial da polícia da Califórnia, Chris Childs, explicou que o grupo já estava morto quando as autoridades entraram na residência militar, cerca de sete horas depois do início do ataque. Ele fazia parte do The Pathway Home, programa para veteranos que sofrem de Transtorno de Stress Pós-Traumático. Equipes especializadas foram convocadas para limparem o veículo.

Ao longo da jornada desta sexta-feira viveram-se momentos de tensão com a polícia depois de um homem armado ter feito três reféns na noite anterior.


As vítimas são Christine Loeber, diretora executiva do lar, e as psicólogas Jen Golick e Jennifer Gonzales.

De acordo com a Fox News, a polícia foi chamada ao Lar de Veteranos da Califórnia, na vila de Yountville, às 10h45 (hora local; 18h45 em Portugal continental).

A Casa de Veteranos de Napa Valley fica a 80 quilômetros ao norte de São Francisco.

Fundada em 1884, o local atende homens e mulheres que lutaram pelo país na Segunda Guerra Mundial (1939-45), na Guerra da Coreia (1950-53), na Guerra do Vietnã (1959-75), na Guerra do Golfo (1990-91) e na Operação Liberdade Duradoura (que começou em 2001 e ainda está em curso no Afeganistão e no Iraque).


Popular

CONNECT