Piñera assume com promessa de reativar economia do Chile

"Nós talvez fechemos, em definitivo, o acordo Mercosul e União Europeia", disse o presidente.

O presidente Michel Temer aproveitou sua viagem ao Chile, para a posse do empresário Sebastián Piñera na presidência do país vizinho, para conversar com seu colega argentino, Maurício Macri sobre o Mercosul.

"Faltam ainda pequenos pontos a resolver, mas os chanceleres da União Europeia e do Mercosul vão se reunir proximamente". Temer disse após reunião com Macri, em Valparaíso, no litoral chileno, que um acordo do bloco com a União Europeia será fechado "em definitivo" nos próximos meses.

Em nota, o Itamaraty informou que o Brasil é o principal destino dos investimentos chilenos no mundo, com estoque de US$ 31 bilhões, e seu primeiro parceiro comercial na América do Sul.

Além disso, o brasileiro ressaltou que os dois países têm uma relação comercial de mais de US$ 8 bilhões em 2017, número que vem aumentando desde 2015.


O presidente brasileiro ainda acrescentou que conversou com seu par peruano, Pedro Pablo Kuczynski, "com vistas a fazermos logo uma aliança entre o Mercosul e a Aliança do Pacífico".

"Brasil e Chile compartilham valores fundamentais como a promoção da democracia e a defesa dos direitos humanos".

O presidente da República, Michel Temer, afirmou neste domingo (11), que aliança com Mercosul e União Européia está "bastante avançada".

Utilize o espaço para fins comerciais ou publicitários, compreendidos, inclusive: spam, correspondência corporativa e comunicações com finalidade comercial (prospecção de negócios, venda de serviços e mercadorias, ainda que relacionados à pessoa física, etc.) ou uso relacionado com negócios, ou que anuncie ou ofereça a venda de produtos ou serviços (com ou sem fins lucrativos) ou que solicitem outros usuários ou terceiros (incluindo pedidos para contribuições ou donativos).


Popular

CONNECT