Wesley Batista hostilizado em restaurante em SP

Neste domingo (11) Wesley Batista foi obrigado a deixar uma churrascaria no bairro do Itaim, em São Paulo, após protestos e vaias.

Segundo um funcionário do estabelecimento, a confusão teria acontecido no horário de almoço (entre 12h e 18h).


Confundido com seu irmão, Joesley Batista, que foi solto na sexta-feira (9), Wesley foi chamado de "ladrão" e ouviu gritos de "Fora, Joesley!", conforme mostram vídeos gravados por clientes do restaurante. A reportagem só conseguiu contato com a defesa por volta das 19h50.

Em outubro, os procuradores da República Thaméa Danelon e Thiago Lacerda Nobre, do Ministério Público Federal, em São Paulo, denunciaram à 6.ª Vara Federal os irmãos Joesley e Wesley, na Operação Acerto de Contas, desdobramento da Tendão de Aquiles, por manipulação do mercado. "Já vimos [o vídeo] e não é ele, quanto ao Wesley eu não tenho certeza, porque o vídeo é muito ruim, mas tenho certeza que não é ele [Joesley]", afirma Callegari. A filmagem também registra a chegada da Polícia Militar no local.


Popular

CONNECT