São Paulo bate o Red Bull no Morumbi

Apresentado como novo técnico do São Paulo na última segunda, o uruguaio Diego Aguirre ainda não obteve o visto de trabalho para exercer sua profissão em solo brasileiro. Pela esquerda, Nenê cobrou e Arboleda marcou de cabeça, aos 22.

Apesar dos pontos em disputa definirem em qual posição o São Paulo vai chegar às quartas de final, quando enfrentará o São Caetano, os torcedores organizados avisaram de antemão que após dar uma volta completa no estádio do Morumbi, nenhum deles daria as caras na arquibancada para apoiar o time.

Três minutos depois, embalado pelo gol de empate, o São Paulo quase virou. A bola saiu rente à trave da meta defendida por Júlio César.

Laterais: Bruno, Liziero e Júnior Tavares. No ataque, promoveu a entrada de Marcos Guilherme na vaga de Tréllez. Aos 16 minutos, Jardine atendeu à solicitação ao chamar o jogador que estava se aquecendo atrás do gol. O jogador entrou bem na partida, dando mais movimentação ao meio de campo são-paulino, e serviu Marcos Guilherme, que fez o terceiro gol da vitória.


O duelo entre São Paulo e Red Bull, válido pela 12ª rodada do Campeonato Paulista, acontece neste domingo (11), às 17 horas. Os torcedores do São Paulo e Red Bull já movimenta as redes sociais com comentários com apoio ao time de coração. A equipe mostrou mais dinamismo e conseguiu a virada. Ele participou de boas jogadas, correu em todas as partes do campo e ajudou a construir a vitória do tricolor. A principal torcida organizada do Tricolor recepcionou os jogadores de maneira não convencional: trocou os fogos, sinalizadores e bandeiras por caixões, faixas de luto, roupa preta e até marcha fúnebre. No intervalo, muitos vaiaram a equipe e até xingaram alguns atletas. Veja, então, o que o uruguaio solicitou ao interino na partida. Aguirre assinou contrato com o clube na manhã deste domingo. Ele retornará ao Morumbi ao fim do estadual.

SÃO PAULO: Jean; Bruno, Arboleda, Aderllan e Júnior Tavares; Petros, Pedro Augusto (Liziero, no intervalo), Nenê e Diego Souza; Caíque (Valdívia, aos 20'/2ºT) e Tréllez (Marcos Guilherme, no intervalo).

RED BULL: Júlio César; Nininho, Anderson Marques, Tiago Alves e Breno Lopes; André Castro, Rayne (Doriva), Thomaz (Matheus Oliveira) e Claudinho; Edmílson (Tatá) e Éder Luis.


Popular

CONNECT