Novo golpe do WhatsApp promete álbum da Copa de graça

Não é de hoje que cibercriminosos brasileiros têm utilizado motes atrativos para fazer com que vítimas caiam nos golpes. Neste caso, a mensagem chega até as vítimas por meio de notificações do navegador e se vale de engenharia social, uma vez que convida os usuários a compartilharem a mensagem com seus contatos. A fraude foi detectada pela empresa de segurança Kaspersky. Para adquirir, o usuário é estimulado a enviar a mesma mensagem para seus contatos, fazendo com que o golpe se espalhe ainda mais rápido e que os criminosos consigam informações de mais pessoas.

Além disso, o perigo também gira em torno de o usuário ser cadastrado, sem estar consciente, em serviços premium, ou simplesmente ser redirecionado para uma página com inúmeras propagandas o que vai causar prejuízos financeiros. É com a exibição de anúncios que o cibercriminoso garante a monetização do golpe. "Em 2014, quando o campeonato aconteceu no Brasil, vimos os golpistas usarem essa tática muito antes da realização dos jogos". Com a chegada da Copa do Mundo, muita gente começou a procurar pelas figurinhas e também pela nova edição do álbum da Copa e isso despertou o interesse de golpistas.

"Com a proximidade de mais um grande evento, veremos muito mais golpes usando essa temática", diz Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab no Brasil.

"Promoções de bancos e cartões de crédito costumam pedir informações para confirmar se a pessoa é elegível", afirma Assolini.

Ao clicar no link, o usuário é redirecionado para um site que mostra uma barra de números de compartilhamentos e um formulário.


Popular

CONNECT