Rescisão de William Waack custou R$ 3,5 milhões à Globo

Um pacto milionário de silêncio e longe da TV.

William Waack foi demitido da Rede Globo depois que um vídeo em que fazia comentários racistas foi vazado.

Só para se ter uma ideia, Feltrin levantou em sua coluna a hipótese de que William Waack iria receber só de salário mensal aproximadamente R$ 130 mil, além de outros tipos de benefícios, com o objetivo de "evitar enfrentar uma desgastante e perigosa ação judicial milionária" por parte do jornalista, visto que as negociações com ele foram muito difíceis, principalmente quando o responsável pelo vazamento do vídeo retornou aos estúdios do Jornal da Globo e tirou foto na bancada.

De acordo com a publicação, ambas as partes entraram em um consenso e ele acabou recebendo cerca de R$ 3,5 milhões como indenização.


Assediado por rádios, canais pagos e abertos, o tarimbado Waack também não pode voltar para a TV rapidamente.

No começo de março, o ex-apresentador do Jornal da Globo participou do talk show de Fábio Porchat, na TV Record.

Em sua rescisão haveria uma cláusula que o deixa longe da TV aberta por pelo menos um ano, e seis meses longe da TV paga.

A porta agora estaria aberta para trabalhos em jornais, internet e rádio.


Popular

CONNECT