Apple Pay chega oficialmente ao Brasil

É o primeiro mercado latino-americano que recebe o sistema de pagamento da empresa, lançado em 2015 nos Estados Unidos. Em termos de comparação, seus maiores rivais, Samsung Pay e Android Pay, "desembarcaram" no Brasil em julho de 2016 e novembro de 2017, respectivamente. A presença do Apple Pay no Brasil começa com uma parceria exclusiva com o principal credor privado do país - o Itaú Unibanco Holding.

O Itaú foi o último dos grandes bancos a aderir esse serviço de pagamento, dado que Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica e Santander, já utilizam as opções da Samsung e Google.

Ao ser questionado, o editor chefe do site informou que apenas o Banco Itaú vai dar suporte ao serviço inicialmente, permitindo que qualquer cartão de crédito de seu portfólio seja usado no Apple Pay. A empresa diz que não coleta dados das transações e que nem mesmo fica sabendo o que, por quanto e onde os clientes compraram.

O mais interessante desta tecnologia é que o cliente não precisará inserir a senha do cartão em nenhuma transação, o consumidor usará a impressão digital - como se fosse desbloquear o celular - ou fazer o reconhecimento facial, se tiver um Iphone X. Segundo a Apple, 80% dos donos de um Apple Watch já o usam para fazer pagamentos.

Para fazer o pagamento, basta encostar o Iphone, IPad ou Apple Watch nos terminais compatíveis com a tecnologia NFC. As empresas que já estão prontas para o Apple Pay são: FNAC, Pão de Açúcar, Casa do Pão de Queijo, iFood e Hotel Urbano. É importante lembrar que só funcionará nos Iphones a partir do modelo 6.


Popular

CONNECT