Acesso à PF em Curitiba é fechado para veículos

Condenado em segunda instância no caso do tríplex do Guarujá, o petista descumpriu a determinação do juiz federal Sérgio Moro de se apresentar até às 17h de ontem na sede da PF em Curitiba. E como prometeu se entregar à Polícia Federal, brincou que os donos dos meios de comunicação "vão ter orgasmos múltiplos" com a cena dele preso. Dois pontos. Primeiro lugar: essas ações estão na relatoria do ministro Marco Aurélio, e o ministro Marco Aurélio tem pedido pauta. Todos nós queremos isso, só prendiam pobre.

Lula criticou o Judiciário brasileiro e disse afirmou: "Quanto mais eles me atacam, mais cresce a minha relação com o povo brasileiro". "Eu gostaria que ele me mostrasse alguma coisa de prova", falou. As imagens serão captadas pela TVT, canal das centrais de trabalhadores. Alguns grupos prometeram resistência à prisão do ex-presidente. Estou agora com o presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e dei um forte abraço nele pelo povo do Piauí. "A minha idade é enfrentá-los de olho no olho". Quanto mais dias eles me prenderem, mais Lulas vão nascer nesse país.

Ele tratou Guilherme Boulos, pré-candidato à presidência pelo PSOL, como uma espécie de sucessor.

Minutos após terem solicitado o socorro, o carro de som avisou que Lula já está bem.

No papel, a unidade pertence à construtora OAS, mas o Ministério Público Federal concluiu que a reforma milionária feita no imóvel era para Lula e sua esposa, Marisa Letícia. Ao fim do discurso, Lula saiu carregado pelos militantes.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em São Bernardo do Campo, na noite deste sábado, 7, para se entregar à Polícia Federal e seguir para a prisão da Lava Jato, cerca de seis horas depois de seu comício. Com as dúvidas recorrentes sobre a situação do petista, o Estado perguntou ao criminalista Fernando Castelo Branco, coordenador do curso de pós-graduação de Direito Penal do IDP-SP, algumas questões que têm causado confusão, especialmente nas redes sociais.

Moro deu uma entrevista nesta sexta (6) a uma emissora de TV chinesa, a CGTN America, pertencente à China Global Television Network, que transmite em inglês.

Na decisão na qual decretou a prisão, Moro explicou que Lula não ficará em uma cela "em atenção à dignidade cargo que ocupou".

É a primeira vez que o ex-presidente sai do prédio do sindicato desde a noite de quinta (5), quando chegou ao local.

Durante a cerimônia, Lula mostrou-se descontraído e acenou e mandou beijos aos milhares de apoiadores.


Popular

CONNECT