Em defesa de Lula, MST realiza protestos em Pernambuco

- Defesa de Lula recorre à ONU para tentar reverter prisão. A vítima foi levada ao hospital. Com fogo em pedaços de madeira, os trabalhadores sem terra também bloquearam a BR-235, na cidade de Casa Nova (BA), desde às 5h. Já na região sudeste do Brasil, dezenas de manifestantes conseguiram bloquear a BR-381 na região de Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais. Segundo o MST, o fechamento é um protesto contra a decretação da prisão de Lula que consideram "arbitrária".

Não está descartado novos bloqueios da rodovia ao longo desta sexta-feira e do final de semana. A manifestação é uma dentre diversas realizadas pelo MST nesta sexta (6), que "está mobilizado em todo país a favor da democracia e pela liberdade do presidente Lula". Não há até o momento nenhuma previsão sobre até quando essas mobilizações continuarão.

Segundo o grupo, os bloqueios são uma forma de protestar contra o mandado de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, depois que o Supremo Tribunal Federal negou o habeas corpus do político. "Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física", escreveu. No entanto, a ordem de Moro viola a própria tramitação do TRF-4 e os prazos de contestação para os advogados de Lula.


Popular

CONNECT