Campanha de vacinação contra influenza é suspensa

Mesmo alguns municípios informando que o começo da vacinação acontecerá por volta do dia 26, o Ministério da Saúde afirma que não há prazo determinado para o início da vacinação, que ainda será anunciada.

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica (VE), Maria do Carmo Possidente, a vacinação na cidade será entre os dias 23 de abril a 01 de junho, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 16h30 nas UBSs e postos de Estratégia de Saúde da Família (ESF).

O governo afirma que o período da campanha é adaptado e seguido segundo a produção e entrega das vacinas. Porém o órgão se antecipou e produziu antecipadamente cinco milhões de doses da vacina contra o vírus influenza, usando verbas do ano passado. O diretor presidente da Autarquia Municipal de Saúde (AMS), de Apucarana, Roberto Kaneta, explica que as duas primeiras cepas já contavam na composição da vacina nos anos anteriores e a PHUKET vem substituir a BRISBANE. Para grupos que estão classificados como de maior risco, há uma prioridade de imunização e após completada uma porcentagem de imunizados deste grupo, a vacina é liberada para todas as faixas etárias.

Devem receber a dose gratuitamente pessoas com mais de 60 anos, profissionais da saúde, crianças entre seis meses e quatro anos e 11 meses, gestantes, mulheres que tenham dado à luz até 45 dias, pessoas com doenças crônicas, presos, funcionários de presídios, adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, professores da rede pública e privada de ensino e índios. No ano passado, Santa Catarina registrou 288 casos de influenza, sendo 226 pelo vírus H3N2, um pelo H1N1e e 58 pelo vírus influenza B. Também foram registrados 38 mortes pela doença. A vacina contra influenza é segura e uma das medidas mais eficazes de prevenção a complicações e casos graves de gripe.


Popular

CONNECT