Há um morto e, pelo menos, dois feridos graves — Despiste de autocarro

A mais recente atualização feita pelas autoridades revela a existência de um morto e, pelo menos, dois feridos graves na sequência do despiste de um autocarro que transportava jovens vindos de Espanha. Há mais de 30 pessoas assistidas no local.

A Lusa adianta que os estudantes regressavam de uma viagem de finalistas e são da Covilhã. O trânsito nesta zona está cortado nos dois sentidos.

O jovem que morreu era da Covilhã, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre.

Anteriormente, fontes da Proteção Civil e da GNR tinham indicado que a vítima mortal tinha 20 anos e que o acidente tinha provocado quatro feridos graves e 29 ligeiros, distribuídos entre os hospitais de Portalegre, Abrantes e Castelo Branco. No local foram assistidos 15 alunos, que foram depous levados num autocarro da câmara para a Biblioteca Municipal de Nisa.

O veículo, com 48 passageiros e o motorista, regressava de Espanha, de acordo com o jornal.

Pelas 20h30 estavam no local 12 entidades diferentes, entre eles bombeiros e patrulhas da GNR. Porém, mais tarde, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde assegurou que não houve feridos graves. Suspeitava-se que tinha sofrido um "traumatismo craniano".

Um acidente com autocarro em Nisa, Portalegre, fez vários feridos, confirmou à TVI o CDOS de Portalegre. E que não havia feridos graves entre as vítimas.

Em mensagem publicada na página da internet da Presidência, o chefe de Estado, que se encontra em França, enviou "as mais sinceras condolências à família enlutada e aos amigos do jovem [de 20 anos] tão tragicamente desaparecido", desejando "rápida recuperação a todos os feridos".


Popular

CONNECT