Bebê nasce mais de quatro anos após seus pais morrerem, na China

Antes, porém, tinham congelado vários embriões fecundados na esperança de ter um filho por meio de uma fertilização in vitro.

Um bebê nasceu quatro anos após seus pais morrerem em um acidente de carro, na província de Jiangsu (China).

Em dezembro do ano passado, o bebé de Shen e Liu nasceu num hospital em Guangzhou.

O jornal explicou como a ausência de precedentes para um caso desse tipo havia obrigado os pais do casal falecido a enfrentar um verdadeiro campo minado judicial antes que fossem autorizados a gestar os embriões usando a barriga de aluguel.

Enquanto a primeira corte rejeitou o processo, a segunda decidiu a seu favor.

De acordo com a imprensa chinesa, o caso foi "extremamente complicado e sem precedentes" no país. Desta forma, os casais enfrentariam dificuldades para conseguir retirar os embriões do hospital e gerar a criança.

O jornal chinês The Beijing News divulgou as informações do caso nesta semana. Os embriões só poderiam ser levados do hospital em Nanquim se houvesse prova de que outro hospital os armazenaria.


Ambos marido e mulher eram filhos únicos, e os pais do casal resolveram usar uma barriga de aluguel para continuar a árvore genealógica da família.

Hospitais não estão permitidos a transferir embriões aos indivíduos, então as famílias encontraram uma agência de barrigas de aluguel que trabalha com um hospital no Laos.

Mas nenhuma companhia aérea aceitou transportar o recipiente com azoto líquido, pelo que a preciosa carga teve de ser transportada de carro.

No Laos, o embrião foi implantado no útero da mulher que serviu de barriga de aluguer e, em dezembro de 2017, o bebé nasceu, sendo batizado com o nome de Tiantian.

Até o nascimento do menino Tiantian, porém, se passaram mais de quatro anos.

No Brasil, a barriga de aluguel só é permitida entre mulheres com algum vínculo afetivo e sem acordos financeiros.

Sem pais biológicos para provar a paternidade, os quatro avós tiveram de fazer testes de ADN para determinar que era de facto neto deles e que os pais biológicos eram chineses. Depois, a batalha foi para retornar, porque para ter a nacionalidade chinesa, ele precisaria nascer na Chima.


Popular

CONNECT