Joaquim Barbosa se filia ao PSB e pode se candidatar à Presidência

Aldo se filiou ao Solidariedade e pode ser candidato pela nova sigla.

Na sexta-feira (6) Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) se filiou ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e não descarta a ideia a ser candidato à Presidência do Brasil. Bota a crise partidária na rua. O ex-ministro teria admitido pela primeira vez assinar a ficha de filiação. Segundo o político, ele se vê "impossibilitado de acompanhar a manifesta inclinação da direção partidária pela candidatura do ilustre ministro Joaquim Barbosa" e, em seguida, anuncia seu afastamento. "Continuarei apoiando a candidatura de Márcio França em S.Paulo e outros projetos regionais do Partido". A candidatura presidencial, imposta com mão de ferro pela direção nacional, anula essas possibilidades e coloca o partido em confronto com atuais aliados poderosos, como é o caso de São Paulo.


A ala pessebista do novo governador de São Paulo, Márcio França, é contra candidatura própria ao Planalto. Neste caso, Rebelo poderia ser um dos candidatos a senador.

Aldo Rebelo já foi identificado pelos marqueteiros como um nome forte para o segundo voto na eleição para o Senado, pois captaria eleitores desde a esquerda tradicional (como segundo voto de Eduardo Suplicy), passando pelo sindicalismo (mais de 50 sindicatos paulistas já lhe prestaram apoio formal) e, neste caso, no voto majoritário, chamando um novo eleitor para seu nome, a colônia nordestina.


Popular

CONNECT