Santos estreia com vitória sobre o Ceará

Às 21 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o time recebe o Ceará na celebração do seu aniversário para tentar encerrar uma sequência de tropeços na primeira rodada da competição. Os meias Léo Cittadini e Jean Mota auxiliaram pouco na criação, enquanto os atacante Rodrygo, Gabriel e Eduardo Sasha pouco fizeram.

O Ceará segurava o Peixe quando, aos 42, a defesa falhou e em uma lambança entre Everson e Pio, surgiu o gol do time paulista.

Quando a pressão do Santos parecia arrefecer, o time abriu o placar em um lance com boa dose de sorte.

Na próxima rodada, no sábado, o Santos visita o Bahia. Ele cruzou para Gabriel, que não conseguiu desviar para as redes.

Após cruzamento baixo pela direita, a bola cruzou toda a pequena área e Dodô completou mal. A bola subiu e, ao cair ao chão, o goleiro Éverson cortou em cima de Pio.

O primeiro tempo foi marcado pelo domínio do Santos diante de um recuado Ceará. A joia chegou ao quinto gol na temporada e deixou o campo aplaudido pela torcida no fim do jogo.


Se demorou a marcar na etapa inicial, o Santos praticamente definiu a sua vitória no seu primeiro lance de perigo no segundo tempo.

O Santos não recuou depois de sair na frente e ampliou logo aos quatro minutos, na primeira grande jogada de Gabigol.

Os desfalques do Ceará são Richardson e Pedro Ken, que estão machucados, e o lateral-esquerdo Romário que não pode jogar contra o Santos devido a uma cláusula no contrato. A bola passou perto do canto direito do goleiro do Ceará. Assim o jogo terminou mesmo com a vitória santista por 2 a 0. Aos 24, Léo Cittadini recebeu cruzamento na área e cabeceou no contrapé de Éverson, mas mandou para fora. Os dois gols da partida foram marcados por Pio (contra) e Rodrygo, um em cada tempo.

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Vitor Bueno) e Jean Mota (Diego Pituca); Eduardo Sasha, Rodrygo (Arthur Gomes) e Gabigol.

Com proposta óbvia de marcação firme e saída rápida em velocidade, o Ceará até funcionou bem nos primeiros 30 minutos, congestionando o meio-campo - ainda que tenha perdido Ricardinho, machucado - mas nas poucas oportunidades para sair no contra-ataque, Felipe Azevedo desperdiçou todas, com decisões sempre equivocadas e Arthur completamente isolado.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).


Popular

CONNECT