Juíza autoriza fiscalização de Senadores em cela onde Lula está preso

A juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela execução da pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, autorizou que parlamentares da Comissão de Direitos Humanos do Senado visitem o petista na Superintendência da Polícia Federal do Paraná, onde o ex-presidente está preso desde 7 de abril. A visita está marcada para as 14h de terça-feira (17). E por isso o documento que foi remetido àquela superintendência, assinado pela presidenta da Comissão de Direitos Humanos (senadora Regina Sousa (PT-PI)), busca apenas isso: "que a gente possa visitá-lo e também os outros presos que se encontram naquela unidade", disse Paim, segundo a Agência Senado. De acordo com o periódico, a comitiva deverá contar com as presenças de Gleisi Hoffmann (PT-PR), Ângela Portela (PDT-RR), Fátima Bezerra (PT-RN), Telmário Mota (PDT-RR), Paulo Paim (PT-RS), Lindbergh Farias (PT-RJ), Jorge Viana (PT-AC) e Paulo Rocha (PT-PA).

Na semana passada, a Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou a realização de diligências por parte de membros da Comissão para verificar as condições da prisão do ex-presidente. Todos serão recepcionados na cidade por Roberto Requião (MDB-PR).

Por determinação do juiz Sérgio Moro, Lula está em uma cela isolada dos outros presos. O ex-chefe do Executivo nacional cumpre pena de 12 anos e um mês no caso do triplex do Guarujá.


Popular

CONNECT