Criança é estuprada por 14 homens e polícia investiga o caso

Uma criança de 11 anos foi estuprada por pelo menos 14 homens durante um baile funk em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Segundo o Estadão, o crime ocorreu na semana passada, mas a ocorrência foi registrada somente no domingo (22) como estupro de vulnerável na delegacia de Praia Grande.

A menina, na última sexta-feira, teria ido até a casa de uma amiga da família e relatado o abuso. "Ela me contou do estupro e eu já tinha marcado uma consulta para fazer exames, mas no domingo ela sentiu uma dor forte e a levei ao hospital", explica. De acordo com o delegado, o laudo do exame feito pelo Instituto Médico-Legal (IML) constatou ausência de lesões compatíveis com a agressão alegada pela menina.

A conselheira apurou com a menina que ela havia sido abusada por 14 homens durante um baile funk no bairro Vila Mirim, em Praia Grande.

"Ela (suposta vítima) contou uma história (no plantão policial) que ela foi tornando verdade na cabeça dela", disse o delegado Carlos Henrique Fogolin de Souza, titular de Praia Grande. Como a testemunha que a acompanhava não era parente da vítima, os funcionários do hospital decidiram acionar o Conselho Tutelar da cidade, que enviou um representante à unidade de saúde para conversar com a menina. "Ela me disse que rolou muita bebida na festa". A criança estava acompanhada de uma mulher, que o abrigou após sair de casa, e já narrava o falso estupro coletivo.

A menor de idade está sob a guarda do Conselho Tutelar.

A investigação da Polícia Civil ainda descobriu que não houve qualquer baile funk na região mencionada por ela na última semana. A criança chegou a receber atendimento no Pronto-Socorro Quietude na manhã desta segunda.


Popular

CONNECT