Gil Vicente na Primeira Liga só em 19/20

Uma das conclusões da II Cimeira dos Presidentes que decorreu esta quarta-feira em Coimbra, para além da data da reintegração do Gil Vicente na I Liga, foi a determinação em avançar com o Conselho de Presidentes já na próxima época. Em dezembro do ano passado, um acordo conjunto entre Gil, Belenenses e Liga colocou um ponto final no 'Caso Mateus' e decretou que o clube de Barcelos subiria automaticamente ao principal escalão em 2019/20.

Se for aprovada a proposta que existe haverá alargamento do campeonato para 20 clubes - excecional e pontual -, a Liga pretende que em 2019/20 se regresse aos 18 clubes e na época seguinte se reduza para 16.


O "caso Mateus" remonta a Agosto de 2006, quando o Gil Vicente, depois de ter assegurado a permanência, foi despromovido administrativamente à Liga de Honra, actual II Liga, devido à utilização do internacional angolano Mateus, quando o futebolista estava impedido por ter actuado com estatuto de amador, na época imediatamente anterior, ao serviço do Lixa.

O acordo foi tomado pelos presidentes de todos os clubes da Primeira e Segunda Liga, sem contar com o Sporting que não marcou presença na reunião. O Conselho de Presidentes constituirá os Grupos de Trabalho e as Comissões Permanentes e, entre outras atribuições, pode sugerir alterações regulamentares e terá capacidade de ratificar algumas decisões da Direção Executiva.


Popular

CONNECT