Facebook suspende 200 aplicativos em investigação sobre uso de dados

Estima-se que a Cambridge Analytica tenha acedido a dados pessoais de 87 milhões de utilizadores da rede Facebook sem consentimento.

De acordo com informações da Reuters, a investigação quer determinar se os aplicativos utilizaram de maneira irregular os dados, segundo informações de Ime Archibong, vice-presidente de parcerias de produtos do Facebook.

"Temos grandes equipes de especialistas internos e externos que trabalham duro para analisar esses aplicativos o mais rapidamente possível, e até agora, milhares de aplicativos foram investigados e cerca de 200 foram suspensos", explicou Archibong.

A investigação passa por duas fases.


Se houver provas do uso indevido, a app será banida em definitivo e os utilizadores visados serão alertados pelo Facebook, como já aconteceu com a Cambridge Analytica.

Facebook já mudou sua política em 2014, a fim de limitar o acesso aos dados de seus usuários, mas a empresa observou que alguns aplicativos ainda tinham dados obtidos antes dessa modificação.

"Ainda há muito trabalho a fazer para descobrir todas as apps que podem ter usado indevidamente os dados dos utilizadores do Facebook, e levará tempo", assumiu Archibong.


Popular

CONNECT