Fla perde em Chapecó, mas segue líder no Brasileiro

Fizemos primeiro tempo abaixo do esperado.

Já o 'Verdão do Oeste' está na zona de rebaixamento e ainda não venceu no Brasileirão.

Com uma equipe mista, o Flamengo foi a Chapecó defender a liderança do Campeonato Brasileiro contra a Chapecoense. O gol animou o Rubro-Negro, que partiu em busca da virada, e passou a jogar melhor no campo de ataque, especialmente com Marlos.

Em casa, a Chapecoense começou o jogo pressionando. Logo de cara deu mostras de que iria incomodar. Foi o primeiro gol do peruano desde o retorno após a punição por doping. O lateral-direito recebeu a pelota pela direita. Após levantamento de Pará, Jonas apareceu nas costas da defesa e desviou de cabeça para a defesa de Jandrei. Conversamos, no segundo tempo voltamos melhores e empatamos o jogo. Foi ele que marcou o gol de empate aos 4 minutos, numa falha clamorosa de Jandrei.

Apesar da pressão, a Chapecoense conseguiu voltar a marcar aos 45. Apesar disso, o árbitro Leandro Vuaden assinalou pênalti. Guilherme bateu muito bem o pênalti, deslocando César.

O Flamengo trocou muitos jogadores, deixando de fora, entre outros, o goleiro Diego Alves, o zagueiro Réver, os meias Éverton Santos, Lucas Paquetá e Vinícius Júnior.

LOCAL: Arena Condá, em Chapecó (SC).


O Flamengo teve boa chance aos 34, em falta que Pará cobrou na área. "Precisamos da vitória para conseguir essa classificação na Libertadores", disse Rodinei. Dessa forma, Leandro Pereira será o titular.

A Chape saiu na frente com Canteros ainda no primeiro tempo.

Corinthians 1×0 PalmeirasO Timão voltou a vencer o Porco neste ano.

A 5ª rodada do Brasileirão contou com a realização de cinco jogos na tarde deste domingo, 13. São três vitórias corintianas somente em 2018 contra o alviverde. Mas aos 45 minutos saiu o gol da vitória catarinense.

Aos 17, Guerrero desperdiçou boa chance de marcar. O alvinegro continuou melhor e manteve o placar mínimo.

Com um time com bastantes alterações, Mauricio Barbieri pôde aproveitar para fazer observações que já serão úteis para o jogo de quarta-feira, contra o Emelec, além de rejeitar qualquer possibilidade de a decisão de mexer na equipe ter influenciado o resultado final. Na Arena Fonte Nova, o Bahia conquistou os gols em erros crassos da defensiva são-paulina. Edigar Junio abriu o placar para os mandantes aos 11 minutos em cobrança de pênalti. O empate paulista veio aos 30, com Tréllez.


Popular

CONNECT