Roberto Mancini deixa o Zenit e fica próximo da seleção italiana

A informação de que o técnico poderia assumir a seleção veio da própria Federação Italiana de Futebol (FGCC, na sigla em italiano) no início de maio. Presidente interino da entidade, Roberto Fabbricini disse que Mancini estava "aberto a deixar o Zenit", previsão que se concretizou neste domingo.

Mancini é a principal aposta para reerguer a seleção italiana, que ficou de fora da Copa do Mundo da Rússia, em um dos maiores vexames de sua história.

O anuncio foi feita nesta segunda pela Federação Italiana de Futebol, após assinatura do contrato. É a sua primeira experiência numa seleção.


Com passagens por Lazio, Fiorentina, Inter de Milão, Manchester City, Galatasaray e Zenit, Mancini chega com a missão de reconduzir a seleção tetracampeã do mundo ao caminho das vitórias depois de não ter conseguido a classificação para o Mundial da Rússia.

Poucas horas após ter confirmado a sua saída do comando técnico do Zenit de S.Pettersburgo, o italiano Roberto Mancini foi oficializado como novo selecionador italiano.


Popular

CONNECT